Quando escrever bem?

Escrever bem depende muito da situação em que você está e também da sua intenção. Pra ficar mais claro, vou dar um exemplo bem simples.

Domingo, 8h da manhã, mensagem no grupo da família: “Bom dia, gente! Hoje é aniversário do papai. Vamos comemorar?”.  Aí o pessoal responde, todo mundo se anima e você diz: “Todo mundo aqui gosta de lazanha? Aprendi uma deliciosa” Depois de todo mundo dizer sim à sugestão, você finaliza: “Ok! Então quem quiser vir deixa o nome pra eu me organizar”. Todo mundo deixou o nome e você agradece. “Beleza, pessoal. Espero todos às 19h”

Desde o começo da conversa, você já sabia quem iria ler sua mensagem, qual a situação (provavelmente ninguém ia fazer nada demais no domingo à noite) e qual sua intenção (convidar e conseguir gente para comemorar o aniversário). Funcionou, né?

Agora pensa na mesma intenção numa situação diferente, digamos, plena segunda-feira às 14h. Você vai mudar o discurso, não? Talvez você diga:

“Gente, boa tarde a todos! Papai disse que faz tempo que não vê a casa cheia e eu pensei em fazer um jantarzinho surpresa. O que vocês acham da ideia?” Muita gente vai dizer que aideia é boa, mas não pra segunda-feira.  Então, pra despertar o interesse do pessoal, você vai precisar de um pouco mais de assertividade: “É que ele está tão chateado hoje! Não vai ser nada muito longo, é só um bolinho. Quem puder vir me avisa pra eum saber o tamanho do bolo”. Algumas pessoas vão ficar mais balançadas e possivelmente duas ou três toparão. Então você finaliza: “Ok, pessoal! Espero vocês ás 19h!!

Quer dizer, escrever bem é algo que vai mudar de situação pra situação. Há infinitos outros exemplos que eu poderia dar. Quer outro? Você quer convidar algum amigo pra comemorar sua promoção: “FUI PROMOVIDO! Vamos tomar uma breja?”. Agora caso tenha sido demitido, a mensagem será bem diferente: “Fui demitido hoje. Queria tomar alguma coisa pra espairecer, vamos?”.  Quer dizer, para cada situação você escreveu de um jeito

Mas acho que dá pra entender que seu jeito de escrever não vai mudar apenas de acordo com quem são seus interlocutores, mas também no momento em que eles estiverem na vida ou no dia.

Essa é outra dica bem legal pra você pensar na hora de escrever para a web. Qual a situação dos seus clientes ou prospects? Eles estão precisando de mais informação sobre o produto que buscam? Eles já sabem alguma coisa mas querem entender melhor? Ou será que já sabem tudo e só precisam que você assegure que seu produto atende as necessidades deles?

Tenha isso em mente na hora de fazer seu blog ou e-mail marketing. Muito possivelmente chegarão a você pessoas nesses três estágios, então procure contemplar a todos. Um percentual bom é XX% pra quem está procurando informações genéricas; XX% pra quem quer entender melhor e XX% pra quem precisa de informações bem específicas pois já decidiu que vai comprar.

E você, que chegou até meu blog e leu o post até aqui, me fala mais sobre o momento em que você está nessa jornada de querer saber como escrever bem!

A gente conversa mais no próximo post! Até lá!

Leave a reply

Recentes

× Chat